PRIMEIRO PASSO NA INDÚSTRIA 4.0

Antes de sabermos como entrar, a pergunta temos que ter certeza sobre se sabemos o que é a indústria 4.0 e se sabemos escolher qual é o melhor software para a empresa. Com estas duas informações claras na mente, vamos para a resposta da pergunta.

A resposta para a pergunta como entrar na indústria 4.0 é dados. Sem eles não é possível aplicar conceitos mais modernos como Inteligência Artificial, predição ou mesmo fazer uma simples análise. A confiabilidade deles, portanto, é fundamental para que a empresa possa através dos dados coletados das máquinas tomar as decisões corretas.

A obtenção dos primeiros dados permitirá que o correto mapeamento da produção seja feito. Assim, diante dos dados confiáveis pode-se tomar todas as ações no sentido de re-organizar a produção. É o início da transformação digital no processo produtivo.

TRÊS RAZÕES PARA INICIAR A COLETA DE DADOS

Como falamos, a re-organização da produção é fundamental para entrar na trilha da indústria 4.0. Todavia, mesmo que ela não necessariamente pode ser a melhor ação. Iniciando a coleta de dados antes de fazer a re-organização teremos três benefícios:

1 – Os dados ajudarão a apontar o que está funcionando e aumentando a produtividade;

2 – Os dados coletados ao longo do processo começam a formar o histórico que é importante para fazer predições no futuro;

3 – As operações e equipe técnica habituam-se com o novo sistema de controle da produção.

COMO OBTER ESTES DADOS

Desta maneira, o software que fará a sua indústria entrar na quarta revolução precisa fazer a coleta de dados e principalmente integrar os dados obtidos das máquinas. Esta integração das máquinas e setor da empresa é crucial para que a empresa evolua na escala de maturidade da indústria 4.0.

Não à toa, que a principal função do sistema disponibilizado pela Sêculor é o software de monitoramento de produção. Além de informar o status das máquinas, ele coleta os dados e integra todas as máquinas e equipamentos do processo produtivo a fim de permitir a evolução da empresa. Obviamente, por isso, ele possibilita análises muita mais precisas do que quando os tempos de paradas de máquinas são registrados manualmente.

Em um segundo momento, o MES da Sêculor permite a gestão das ordens de produção as quais estão sendo executadas na fábrica. Eliminando assim os papéis – o que adiciona o conceito de sustentabilidade – e permitindo que todos saibam onde e qual é estágio que certa ordem se encontra.