Tecnologias envolvidas na indústria 4.0

A Alemanha capitaneou o movimento rumo a adoção de novas tecnologias no processo produtivo das indústrias. Nesse sentido, para que as suas empresas não tivessem uma produtividade menor e consequentemente perdessem mercado, países como Estados Unidos, China, Japão, União Européia e Taiwan criaram seus próprios programas baseados em desenvolvimento de tecnologias ligadas à internet das coisas (IoT), sensores inteligentes, impressão 3D, computadorização na nuvem (cloud), Big Data, Sistemas de Cyber-Físicos (CFS)e inteligência artificial (AI).

As iniciativas destes países têm impulsionado os investimentos em tecnologia. De acordo com uma pesquisa do PWC de 2016, as empresas planejam gastar 5% de seu orçamento anual com este tipo de inovação e 55% esperavam ter o retorno do investimento em apenas 2 anos.

Nota-se é uma verdadeira corrida entre os países e empresa na modernização de seus parques fabris. O aumento da produtividade através das novas tecnologias é uma vantagem competitiva para ficar na frente dos concorrentes. De fato, a transformação digital é primordial para a sobrevivência da indústria no médio prazo e longo prazo.